domingo, 28 de outubro de 2012

Tarte de Maçã e Amêndoa




Uma tarte de maças para um five O´clock tea!






Para a massa:

1 1/4 de chávena de chá de farinha
1 colher de chá de açúcar
1/2 colher de chá de fermento em pó
1/4 de colher de chá de sal
6 colheres de sopa de manteiga á temperatura ambiente e partida em 6 pedaços
1/4 de chávena de chá de leite

Numa taça grande, misture a farinha, açúcar,fermento em pó e o sal. Junte a manteiga e com os dedos amasse bem. Quando a manteiga estiver bem combinada com a farinha, esfregue esta massa com a palma das mãos até ficar com um aspecto areado.
Aqueça o leite até ficar morno.
Deite o leite de uma só vez na massa e mexa rapidamente com uma colher de pau até se formar uma massa fofa.Vai ficar pegajosa.
Forre uma tarteira com a massa, de uma maneira uniforme e ponha-a de lado enquanto prepara o recheio.







Para o recheio:

5 colheres de sopa de açúcar em pó
100 g. de amêndoas em pó
3 ovos
40g de Maizena
1 colher de chá de fermento em pó
100g. de margarina
maçãs reineta
canela







Bata o açúcar com a margarina até obter um creme. Adicione os ovos e continue a bater até estarem bem ligados. À parte,misture a amêndoa ralada, a Maizena e o fermento. Polvilhe com um pouco de canela e junte o creme, mexendo com uma colher de pau e deite na massa.
Descasque as maçãs e corte-as em fatias finas. Disponha-as em circulo e enterre-as levemente no creme de amêndoas.
Leve ao forno a 180ºC e deixe cozer por 30 minutos ( depende do forno).
Retire do forno e deixe arrefecer.

Cobrir com caramelo que é feito com canela, mel e manteiga. 

sábado, 27 de outubro de 2012

Salmão em papelotes

Este foi o nosso jantar, uma refeição leve e muito saborosa.

Para duas pessoas.

2 quadrados de folha de aluminio 

2 postas de salmão
alho em pó
coentros congelados
gengibre em pó
piripiri
cominhos
açucar
leite de coco
margarina Vaqueiro
sumo de limão
sal 



Liguei o forno a 200ºC
Temperei o salmão com sal. Áparte juntei os coentros, o alho e o gengibre em pó, o piripiri e misturei. Juntei o sumo do limão, os cominhos, o açucar e o leite de coco á mistura anterior e envolvi bem. Preparei as folhas de aluminio e deitei margarina Vaqueiro. Puz metade do preparado por cima da margarina, a seguir as postas de salmão e por fim o resto da mistura e mais uma noz de margarina em cada, regando com um pouco de leite de coco.
Fechei as folhas de aluminio e levei-as ao forno.
Servi com legumes cozidos.

Inspiração:Vaqueiro

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Frango com molho aveludado





Ingredientes:

1 frango partido em pedaços
1 cebola
2 dentes de alho
1 alho francês
2 cenouras
600g de batatas
1 lata peq.de ervilhas
azeite
vinho branco
1/2 pacote de natas para culinária
piripiri,tomilho e sal qb.












Parti o frango aos pedaços,refoguei-o até ficar dourado e temperei com o piripiri,o tomilho e o sal.Deitei o vinho e deixei cozinhar mais um pouco. A seguir acrescentei agua, juntei as batatas, as cenouras e o alho francês cortados em pedaços. Por fim, quando tudo estava estufado juntei as ervilhas escorridas,a metade do pacote de natas e envolvi. Ficou um frango muito gostoso com um molho aveludado.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Bolo de aveia e especiarias


Nestas noites frescas de Outono, este bolo liga perfeitamente com um cálice do nosso tradicional e bom vinho do Porto.







Para o bolo, usei 180g de açúcar mascavado o que acentuou mais o sabor das especiarias. 
Como a farinha já tinha fermento, usei apenas uma colher de sopa rasa.


Ingredientes:

270g de farinha
180g de flocos de aveia
180g de açúcar mascavado
90g de margarina ou manteiga
4dl de leite
2 ovos
1 colher (sopa) mal cheia de fermento em pó
1 colher de chá de gengibre em pó
1 colher de café de canela em pó
1 colher de café de noz moscada
1 colher de café de cominhos em pó
margarina para untar
farinha para polvilhar
açúcar em pó para polvilhar





Ligue o forno a 180ºC, unte uma forma de bolo inglês com margarina e polvilhe-a com farinha. Deite os flocos de aveia numa tigela, regue-os com metade do leite previamente aquecido e deixe repousar até ficarem macios.
Numa tigela, bata o açúcar mascavado com as gemas e a margarina. Adicione o gengibre em pó e a farinha peneirada com o fermento, a canela, a noz moscada e os cominhos e bata até ficar bem misturado. Junte o restante leite aos poucos e batendo sempre, adicione depois os flocos de aveia e bata mais um pouco. Aparte, bata as claras em castelo e envolva-as no preparado.
Verta para a forma e leve ao forno durante cerca de 55 minutos ou até ficar bem cozido.Verifique a cozedura com um palito, retire, deixe arrefecer, desenforme, polvilhe com açúcar em pó e sirva decorado a gosto.

Fonte: TeleCulinária

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Massa de cotovelos com peixe e atum em lata


Esta é mais uma sugestão económica,  que resulta de aproveitamentos e quando o tempo para cozinhar é pouco.




Massa cotovelos
Peixe panga
1 lata de atum
grão de bico
cebola
alhos
louro
coentros
vinho branco q.b
azeite
pimenta ou piripiri q.b
sal q.b




Poe-se a massa a cozer em agua e sal. Faz-se um refogado com a cebola e os alhos picados no azeite.
Deixar o refogado ficar translucido e deitar o peixe aos pedaços, mexer e deitar o louro e os coentros.
Deitar um golpe de vinho, e deixar o peixe estufar, lentamente. Quando o peixe esta quase pronto, deita-se o atum desfeito e o grao de bico e envolve-se.
Escorre-se a massa e junta-se ao preparado de peixe envolvendo.


segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Guizado de potas com mostarda e natas



Esta receita usa-se geralmente com lulas, mas eu usei potas e alterei-a.
Ficou muito macia e deliciosa.








Ingredientes:
1kg de potas
1 cebola cortada em fatias finas
2 dentes de alho picados
2 colheres de sopa de manteiga e um pouco de oleo
meio pacote de natas para culinaria
1 colher de sopa de mostarda
1 colher de sopa de vinho branco
polpa de tomate q.b.
2 gemas de ovos
sal q.b.
piripiri,cominhos,salsa em pó,noz moscada q.b.







Põe-se a cebola e os alhos a refogar na manteiga até amolecerem.Junta-se a polpa de tomate e as potas , os condimentos e põe-se numa panela de pressão com um pouco de água. Quando as lulas estiverem tenras junta-se o vinho branco e a mostarda e as natas.
Deixa-se apurar.
Entretanto, desfazem-se as gemas de ovos num pouco de vinho branco e juntam-se ás potas, mexendo sempre e sem ferver. Quando o molho fica espesso, está pronto.
Acompanhei com puré de batata.



domingo, 21 de outubro de 2012

Bolo Invertido de Pêras e Especiarias



A mistura destes ingredientes da a este bolo um sabor que faz lembrar outras culturas, outras paragens...


Para a massa:

1 1/2 chávenas de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de canela
1/2 colher de chá de gengibre
1/4 de colher de chá de noz moscada
1/4 de colher de chá de sal
113 g de manteiga
1/2 chávena de açúcar mascavado escuro
3 ovos
1/4 de chávena de buttermilk
2 pêras fatiadas para forrar a forma 
Para o caramelo:

-3 colheres de sopa de manteiga,
-1/4 de chávena de açúcar mascavado
-uma pitada de sal
Preparação

*Forma untada com manteiga e forrada com papel vegetal untado.
*Num recipiente,misture a farinha, o fermento em pó, as especiarias e o sal.
*Noutro recipiente, bata a manteiga até ficar leve e fofa.Junte a meia chávena de açúcar mascavado,os ovos um a um batendo bem e o buttermilk. 
*Adicione a farinha aos poucos e misture.
Caramelo:

*Numa panela,em lume brando,derreta o resto da manteiga,o açúcar mascavado,a pitada de sal, até o caramelo borbulhar e ficar com cor dourada.
*Descasque as pêras,corte-as em fatias. 
*Deite o caramelo na forma,cubra com as fatias de pêras e deite o preparado.
*Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC.


Fonte: Butter me up Brooklyn!

sábado, 20 de outubro de 2012

Arroz integral com especiarias



Esta receita de arroz integral foi para aproveitar costeletinhas de porco e uma alheira de Trás -os- Montes. Acrescentei especiarias Africanas e açafrão turco  que lhe deram um sabor bastante invulgar.






Refoguei alho e cebola em azeite,  juntei-lhes as costeletinhas, deixei alourar. Temperei-as com uma pitada de piripiri, as especiarias africanas + uma pitada de cominhos. Deixei as tomar gosto e deitei-lhes um bom golpe de vinho branco. Ficaram a estufar, acrescentando um pouco de água de vez em quando.
Para o arroz integral, deitei duas chávenas e meia de água para uma chávena de arroz e deixei cozer.
O arroz integral leva mais tempo a cozer.





Quando as costeletinhas estavam prontas juntei-lhes a alheira cortada ás rodelas e envolvi.
Como o arroz já estava cozido juntei-o ás costeletinhas e temperei com o açafrão turco.
O resultado foi excelente.

domingo, 14 de outubro de 2012

Bacalhau na frigideira com espargos


Mais uma receita para o jantar, feita na hora, que resultou muito bem.




Dá-se uma fervura ao bacalhau ( já demolhado e aos pedaços ).
Faz-se um refogado com azeite,  cebola e alhos onde se deita repolho cortado em juliana e pimento vermelho cortado em pedaços. Mexem-se bem até ficarem  tenros.
Acrescenta-se então o bacalhau em pedaços, azeitonas e ovos cozidos esfarelados. Mexe-se deixando tomar gosto.
Entretanto faz-se uma mistura de natas com maionese e envolve-se tudo. Acrescentam-se alguns espargos verdes.





sábado, 13 de outubro de 2012

Bolo Hungaro



Escolhi este bolo por ser amanteigado e ter um recheio e uma cobertura que resultaram muito agradáveis.






Ingredientes:

Para a massa:
180g de manteiga
125g de açúcar
1 colher de sopa de açúcar baunilhado
2 ovos
150g ml de natas
275g de farinha de trigo
2 colheres de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal

Para o recheio
100g de açúcar
2 colheres de chá de canela moída
100g de nozes cortadas aos bocados





Para a massa:

Bata a manteiga com o açúcar e o açúcar baunilhado até obter uma pasta esbranquiçada e fofa. Junte os ovos um a um, seguidos pelas natas.
Peneire a farinha com o fermento, o bicarbonato de sódio e o sal juntos. Ligue com a mistura da manteiga e bata bem.

Para o recheio:

Misture o açúcar, a canela e as nozes com um garfo. Deite 1/3 da massa do bolo numa forma já untada e por cima ponha 1/3 do recheio. Repita este processo mais duas vezes e termine com o recheio.

Coza em forno a 180ºC  pré-aquecido durante 50 minutos a 1 hora. Retire do forno e deixe descansar durante 5 minutos. Desenforme e deixe arrefecer sobre a rede.


sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Delicias "in heaven"


Há receitas que por vezes inventamos que não resultam muito bem, mas esta parece que veio do céu....é prática, economica e o sabor é novo.






Usei massa folhada fresca, 2 embalagens de  lombinhos de delicias Pescanova , 2 rodelas de ananas em calda, meia maçã "granny smith", molho bechamel caseiro, cebola, alho e azeite q.b, queijo ralado  Mozzarella, um pouquinho de salsa. e piripiri.








Levei a masa folhada ao forno até assar.
Refoguei a cebola e o alho no azeite e acrescentei-lhe a maçã cortada em pedacinhos até ficar macia e a seguir o ananas tambem cortado. Deitei as delicias desfeitas e envolvi bem. Temperei com piripiri e salsa picada. Áparte fiz um bechamel e envolvi muito bem no preparado. Deitei a mistura na tarte, polvilhei com o queijo e levei ao forno até o queijo derreter.




segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Compota de figos "pingo de mel"


Outono, chuva e a temperatura ainda um pouco amena, tras-nos vezes sem conta memórias de momentos passados em familia, na cozinha com as nossas mães e avos. 
 





Ingredientes:

1kg de figos pingo de mel
750g de açucar
sumo de 1 limão
1 pau de canela
água

Leva-se o açucar ao lume,coberto com água, os figos inteiros lavados , o pau de canela  e o sumo do limão. Deixa-se ferver sempre em lume brando até os figos estarem cozidos e a calda ter o ponto necessário, que é o "ponto de estrada". Remove-se o pau de canela. Guarda-se em frascos esterilizados.





Tambem fiz compota de figos pingo de mel, partidos ao meio, usando em vez de açucar branco, o açucar amarelo e ficou macia , com um sabor um bocadinho diferente.


domingo, 7 de outubro de 2012

Conserva de figos "pingo de mel"



Estas conservas são muito uteis principalmente para usar durante o inverno em que já há menos qualidades de frutas e até certos legumes.
Resolvi fazer conserva  de figos "pingo de mel" que são tão docinhos, pensando que no Natal vamos te-los na mesa e deliciarmo-nos com mais uma boa sobremesa.





Todos os tipos de fruta podem ser aproveitados para conserva.
Devem ser de optima qualidade, frescas, maduras, sem manchas ou toques.
As frutas podem ser conservadas em água, em alcool (sendo o brandy o mais usado) ou xarope.  Ganham em sabor e cor se forem conservadas em xarope e especiarias.
Colocam-se as frutas em frascos esterilizados, (é preferivel não enxaguar o interior dos frascos porque a humidade vai facilitar o deslizar das frutas). É tambem essencial evitar que depois de as cobrir com xarope se formem bolhas de ar. Ao fazer uma conserva desta maneira, deve-se colocar um pano ou uma rede entre o frasco e a panela.
 

              



Assim, comecei por fazer um xarope com 250g de açucar e 0,5l de água. Deixei dissolver o açucar e  ferver cerca de + 2 minutos.
Num frasco de 0,5l, acomodei 300g de figos, cobri-os com o xarope.
Numa panela deitei água e deixei levantar fervura , meti dentro o frasco, sem tampa, tendo o cuidado que a água não chegasse ao bucal. Deixei a água fervilhar durante 30 minutos.( se faltar xarope deita-se mais), á temperatura de 100º ( este procedimento é só quando se usam figos em conserva)





Quando acabou  o tempo, retirei o frasco da panela acrescentei um pau de canela e tapei-o, tendo o cuidado de o fechar bem e em seguida desenroscar um bocadinho. 
Quando o frasco amornou enrosquei a tampa bem, e guardei-o em ambiente arejado e escuro.

sábado, 6 de outubro de 2012

Empadão com sabor africano

Esta especiaria ( African rub ) da NOMU deu-me umas  poucas de ideias interessantes entre as quais este empadão ao qual dei o nome do condimento. Entre as especiarias que mais me agradaram encontram-se os cominhos, cardamomo,mostarda,noz moscada. gengibre e a canela, e para minha surpresa elas deram á carne um sabor exotico e diferente, que nos agradou bastante. Foi uma autentica redescoberta dos sabores que em África se usavam.




Fiz puré de batata. Para 700g  de  carne de boi, moida, fiz primeiro um refogado com cebola picada e alho. Deitei a carne e temperei com sal e piripiri. A seguir adicionei uma colher e meia de chá de African rub.




Envolvi, deixei tomar gosto e deitei-lhe um pequeno golpe de vinho branco. Deixei cozer lentamente, mexendo de vez em quando. Por fim deitei duas linguiças cortadas ás rodelas.
Desliguei o lume. Deitei um pouco de sumo de laranja que fez com que se acentuassem os sabores.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Pudim de broculos com queijo de cabra



Há bróculos todo o ano com receitas bem diferentes e eu resolvi experimentar esta,  à qual o sabor do queijo de cabra deu um toque original. Como o tempo ainda está quente durante o dia, levei o pudim ao frigorifico e além de me saber bem refrescou-me. Este pudim acompanha muito bem carne ou peixe.


                           


Para uma pessoa

1 ovo
1 chávena de natas
meio queijo de cabra Palhais (50g)
400g de broculos
30g de amendoa em pó
sal e pimenta q.b.

Pré-aquecer o forno.
Cozer os broculos.
Numa batedeira misturar todos os ingrdientes e triturá-los até obter uma pasta homogenea.
Deitar numa forma untada com margarina.
Levar ao forno durante 15 minutos.
Desenformei para um prato e decorei com broculos e queijo de cabra.