terça-feira, 30 de julho de 2013

Frutos vermelhos com molho quente de chocolate branco



Simples e rápida, mesmo boa para ocasiões em que se tenham apenas poucos minutos para servir esta deliciosa sobremesa!





"O cremoso molho de chocolate quente desta receita é o par perfeito para acompanhar frutos vermelhos geladinhos"

Caroline Brewester


1 embalagem de frutos vermelhos congelados

Molho de Chocolate Branco
1 tablete de 100gr de chocolate branco
1/2 chav. de chá de natas




Distribuem-se os frutos vermelhos por copos ou taças, enquanto se faz o molho.
Numa taça resistente ao calor deita-se o chocolate partido em pedacinhos e as natas que se levam a derreter sobre uma panela com agua a ferver, sem deixar que a agua entre em contacto com a taça.
Mexe-se de vez em quando ate o chocolate derreter e estar bem misturado com as natas.
Verte-se para um jarrinho para que cada um se possa servir a vontade.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

"Primavera pasta " do Jamie Oliver 24 Kitchen


Vi esta receita no Canal do 24 kitchen e como adoro pasta desde que me conheço tomei logo nota dela e resolvi fazê-la. 
Rendi-me de imediato ao molho cremoso que envolve o fettuccine, e achei que podia substituir a truta fumada , por um peixe cozinhado ao meu gosto.
O Jamie Oliver não podia estar mais certo, ficou uma pasta divinal, rica em sabores e de uma textura inigualável!






230g de fettuccini
300g de ervilhas congeladas
2 alhos franceses
1 pequeno molho de hortelã
1 colher de farinha 
leite q.b.
sal
azeite q.b.

Numa panela grande deitar o azeite,juntar o alho francês cortado em rodelas finas,as ervilhas, a hortelã picada e levar a amolecer. Logo que estejam amolecidos, juntar a farinha e mexer. Acrescentar leite até cobrir os legumes. 
Aparte cozer o fettuccini em água e sal.
Deixar ferver o molho durante algum tempo e passá-lo para o liquidificador,triturando-o, mas não completamente para se sentirem pedaços dos legumes ao saboreá-lo. Deitá-lo na caçarola e levá-lo de novo ao lume.






Em vez de usar a truta fumada, usei peixe Panga que cozi no microondas temperado com piripiri, coentros e alho em pó e um pouco de azeite e vinho branco. Esta foi a minha opção.

Juntar um pouco do liquido em que o peixe cozeu e os pedaços dele aos legumes e envolver.
Estando pronto o fettuccini, escorre-se, guardando meio copo da água da cozedura que se verte nos legumes. 
Finalizar deitando o sumo de meio limão no molho, mexer um pouco, introduzir o fettuccini e envolver.

domingo, 28 de julho de 2013

Fígado com maçã e queijo no forno



 Gosto de fígado e sempre que encontro uma receita diferente, toca de experimentar. Esta receita de origem alemã, foi uma surpresa muito agradável devido ao contraste dos seus paladares.
Podem ver aqui a minha versão da receita da Vânia do "Guloso e Saudável" e aqui outra da minha autoria.






4 iscas de fígado de bovino grossas
sumo de 1 limão
sal, pimenta preta e cominhos q.b
farinha de trigo q.b
óleo q.b
2 maçãs descascadas, sem caroço e cortadas em fatias ( usei royal gala, pelo seu sabor contrastante )
4 fatias de queijo flamengo






Tempera-se o fígado com o sumo do limão, o sal, a pimenta e os cominhos. Deixa-se marinar por 15 minutos.
Escorrem-se os bifes, passam-se pela farinha e fritam-se.
Colocam-se num tabuleiro e sobre eles, algumas fatias de maçã e uma de queijo.
Levam-se ao forno quente até as maçãs estarem amolecidas e o queijo derretido.
Servi com batatas assadas.

sábado, 27 de julho de 2013

Pêssegos com vinho rosê e crème fraîche baunilhado


Esta receita  foi a minha escolha preferida, do livro da Caroline Brewester, que a descreve da seguinte maneira :

"Além de  leve e de saber a verão, esta é uma sobremesa linda, com uma fabulosa calda de vinho rosé que tinge os pêssegos e as taças de cor-de-rosa "








3 cháv. de vinho rosé
1 1/3 cháv.de chá de açúcar
1 vagem de baunilha cortada longitudinalmente
4 pêssegos cortados ao meio e descaroçados
6 colheres de sopa de crème fraiche
1 colher de sopa de açúcar em pó








Aqueça em lume médio o vinho, o açúcar e metade da vagem de baunilha,numa caçarola grande. Deixe o açúcar derreter, mexendo sempre por 2 a 3 minutos. Reduza o lume, adicione os pêssegos com a casca virada para baixo e deixe-os cozer por 15 minutos, virando a fruta a meio do tempo, até amolecer.Tome cuidado para não deixar ferver o liquido.
Entretanto, misture numa tigela o créme fraiche com o açúcar em pó. Com uma faca afiada, raspe as sementes da outra metade da vagem de baunilha para dentro da tigela e misture.
Com uma escumadeira, retire os pêssegos da caçarola e deixe-os de parte a arrefecer um pouco. Descarte o pedaço da vagem de baunilha e metade do sumo dos pêssegos, e leve o restante liquido de volta ao lume.
Deixe cozer por 4-5 minutos, até adquirir uma consistência xaroposa.
Entretanto descasque com cuidado os pêssegos e distribua-os por 4 taças. Deite por cima a calda de vinho rosé e acompanhe com o creme fraiche.







PS- Usei creme fraiche Président e como não tinha vagem de baunilha pus 1 colher de chá de essência de baunilha e no xarope pus 2 colheres de chá de essência de baunilha. Quem quiser pode fazer o seu próprio creme fraiche em casa. 

terça-feira, 23 de julho de 2013

Salada de frutas com creme de laranja


 
Que tal uma salada de frutas bem fresquinha acompanhada de um creme delicioso? Esta é a minha proposta de hoje,para vocês.




Fruta para a salada:

pessegos melocoton,laranjas, melancia, mirtilos, uvas e meloa






Para o creme:

3 gemas, meia chávena de chá de açúcar, 2 colheres de sopa de Maizena, 1 chávena de chá de sumo de laranja e meia chávena de chá de natas frescas .





Bati as gemas com o açúcar até obter um creme fofo. Em metade do sumo de laranja dissolvi a Maizena. Numa panela pus o creme batido, o restante sumo de laranja e a Maizena.Levei a lume brando até o creme ficar espesso, sem parar de mexer.Retirei e puz de parte. 
Bati as natas em chantilly, acrescentei o creme de laranja e envolvi.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Panna Cotta com Redução de Vinho Tinto e Mirtilos


Esta panna cotta é uma versão de uma receita do chef David Levobitz. A redução de vinho tinto e os mirtilos deram-lhe um toque fantástico!





Panna Cotta

-1/2 l de natas
-50 gr de açúcar
-1 colh.de chá de essência de baunilha
-3 folhas de gelatina incolor
-água

*Numa panela deitam-se as natas e o açúcar, até este se ter dissolvido e ficar bem quente. 
*Retira-se do lume e junta-se a baunilha.
*Entretanto untam-se levemente com óleo as taças.
*Demolham-se as folhas de gelatina numa taça com água, escorrem-se da agua e põe-se a taça por cima de outra taça maior com água quente ate estarem completamente dissolvidas .
*Deita-se a mistura na gelatina e bate-se bem.
*Verte-se o preparado nas taças e levam-se ao frigorífico até estarem sólidas.


Redução de Vinho Tinto

-125ml de vinho tinto
-50gr de açúcar
-1 pitada de canela
-2 gotas de essência de baunilha
-mirtilos

*Numa panela anti-aderente cozinha-se o vinho com o açúcar, a canela e a essência de baunilha até se formarem bolhas grossas.
*Logo que esteja reduzido a metade, retira-se do lume e deixa-se arrefecer completamente numa taça.
*Juntam-se os mirtilos e deita-se por cima da panna cotta.

sábado, 20 de julho de 2013

Acharuli Khachapuri


Acharuli Khachapuri 
Este pão é um prato tradicional da Georgia. É crocante e servido quente. Cortam-se-lhe  pedaços da  crosta que se molham no queijo e ovo.

Esta é uma das maneiras de fazer a massa do Khachapuri, pode ser também utilizada massa de pizza ou massa de pão normal, o importante é que cresça.







Ingredientes


1/3 de uma saqueta de fermento de padeiro
1/4 colher de chá.açúcar
1 colher de sopa.azeite + um pouco para untar
1 1/4 xícaras de farinha + um pouco para polvilhar
1 colher de chá. sal 
2 1/4 xícaras de queijo de cabra ralado  
1 xícara de queijo feta esfarelado 
2 ovos 
4 colheres de sopa de manteiga sem sal em cubos
água



Combine o fermento, o açúcar, e 2/3 xícara de água morna  numa tigela, deixe repousar até criar espuma, cerca de 10 minutos. Adicione o óleo, a farinha e o sal, misture com uma colher de pau até obter uma massa macia. Transfira para uma superfície levemente enfarinhada e sove até ficar lisa e elástica, cerca de 4 minutos. Transfira a massa para uma tigela levemente untada e cubra com  película plástica, colocando-a num local aquecido até dobrar de tamanho, cerca de 45 minutos.Aqueça o forno a 250 °C durante 30 m. Numa tigela combine os queijos e reserve. Trabalhe a massa e divida-a ao meio. Num pedaço de papel manteiga levemente enfarinhada, ponha metade da massa num "círculo com cerca de 1/8" de espessura. Espalhe um quarto da mistura de queijo sobre a massa, deixando um espaço dos lados.  Num dos lados do círculo, enrole a massa (cerca de um terço), em direcção ao centro. Repita no lado oposto. Deve haver um espaço entre os dois rolos Aperte as extremidades abertas dos rolos e feche-os, fazendo uma forma de barco. Deite o outro quarto da mistura de queijo no meio. Transfira os " barcos" para o papel amanteigado, enfarinhado e asse até dourar, 14-16 minutos.  Por fim deite 1 ovo no centro de cada barco, leve-os de novo ao forno até que clara fique ligeiramente cozida, 3-4 minutos. Coloque 2 colheres de sopa de manteiga em cada pão. Sirva quente.


sexta-feira, 19 de julho de 2013

Carr´s Recheadas






Ao provar estas bolachas, associei logo o nome Carr´s Melts ( derrete-se ) porque correspondia ao nome, elas derretem-se de facto na boca, quando as comemos.
E então surgiu a ideia de fazer um doce que como elas se derretesse na boca.
Simples, sem grandes pretensões, rápido de confeccionar e fresco, muito fresquinho.


15 bolachas Carr´s Melts original
150gr de chocolate branco
125gr de queijo mascarpone
1 colh. de sopa de requeijao
2 colh. de sopa de leite
framboesas a gosto






Derreti o chocolate em banho maria e pus aparte a esfriar.
Bati o queijo mascarpone com o requeijão e o leite.
Juntei o chocolate e bati ate ficar bem incorporado. 
Levei ao frigorífico.
Recheei as bolachas com o creme, sobrepondo nova camada de bolachas, novamente o recheio e por fim a ultima camada de bolachas, onde coloquei um pouco do recheio e uma framboesa.
Levei ao frigorífico.





The Story of Carr’s
The story of Carr’s Biscuits began during the British Industrial Revolution, when Jonathan Carr formed a small bakery in the city of Carlisle, England in 1831. The business thrived, and became so popular that only 10 years later it was granted Queen Victoria’s Royal Warrant, an award that has been granted to Carr’s by British royalty continuously since that time.
 

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Tarte de Tomate em massa de pizza integral


Esta tarte veio trazer um pouco de alegria a um jantar volante.O doce, o queijo e o piripiri resultaram numa mistura muito agradável.




3 a 4 tomates
1 alho picado
1 colher de sopa de açúcar
3 colheres de sopa de azeite
piripiri liquido
100 gr de requeijão
salsa picada q.b
massa de pizza integral (de compra )


Tirei as sementes aos tomates e cortei-os as rodelas. Pus o azeite, ao qual juntei o açúcar, numa frigideira e deixei alourar. Juntei os tomates aos pedaços e o alho picado,deixei caramelizar.
Cortei um circulo de papel manteiga do tamanho de uma tarteira. Molhei o papel e colei-o à tarteira.
Recheei com os tomates, requeijão e salsa picada e reguei com um fio de piripiri liquido.
Cobri a tarteira com a massa de pizza e levei ao forno a 220ºC, ate ficar dourada.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

24 Kitchen


O Gosto Pelos Sabores é um blog recomendado pelo 24 Kitchen








É com enorme prazer que faço parte dos blogs recomendados pelo 24 Kitchen

domingo, 14 de julho de 2013

Trifle e Infusão de Molocoton


Con esta receta participo en el Reto de Julio de Cocineros de Mundo en Google+ en el apartado Dulce



http://cocinerosdelmundodegoogle.blogspot.com.es


Se quiserem votar nesta minha receita têm aqui o link:

https://plus.google.com/u/0/103336637809548828931/posts/MxK75ttsbuY 




Trifle de Molocoton:

4 pêssegos molocotone
1 bolo de iogurte em fatias
200ml natas
150ml de curd de limão
hortelã q.b


Primeiro fiz o curd de limão e pus no frigorífico.
De véspera tinha feito um bolo de iogurte. Cortei-o as fatias.
Bati as natas em chantilly e envolvi nelas o curd de limão.
Piquei as folhas de hortelã e pus de lado.
Descasquei os molocotones, tirei-lhes o caroço e cortei-os em fatias.

Montagem:

Dispus fatias do bolo numa tarteira, por cima pus uma camada de chantilly com curd, fatias de molocoton, repeti a camada e polvilhei com a hortelã picada. 
Levei ao frigorífico.






Para a infusão de molocoton:
 

1 garrafa de 50cl de agua mineral sem gás
1 pêssego molocoton
framboesas a gosto
hortelã a gosto
limão ( um pouco de casca e uma rodela )
laranja ( um pouco de casca e uma rodela )
gelo

Descasca-se o molocoton e corta-se em fatias finas, que se colocam com as framboesas num jarro. Junta-se a hortelã, as cascas do limão e da laranja e a água a ferver.
Deixa-se arrefecer completamente e acrescentam-se as rodelas de limão e laranja.
Serve-se com cubos de gelo.



sexta-feira, 12 de julho de 2013

Éclairs com recheio de Pêssegos

Con esta receta participo en el Reto de Julio de Cocineros de Mundo en Google+ en el apartado de Dulce

http://cocinerosdelmundodegoogle.blogspot.com.es

Se quiserem votar nesta receita têm aqui o link:

 https://plus.google.com/u/0/103336637809548828931/posts/SF9ekvMHgdQ

Um lanche com uns éclairs com recheio de pêssego e um chá fresco!




Recheio:
3 pêssegos
1 colher de chá de canela
150ml de natas
100gr de açúcar em

Descasque os pêssegos, retire-lhes o caroço, corte-os aos pedaços e triture no copo liquificador. Deite o batido numa taça , acrescente a canela e o açúcar e misture.
Bata as natas até ficarem em chantily.  Envolva delicadamente o chantilly com o batido e leve ao frigorífico.


Cobertura: creme de manteiga
125gr de manteiga sem sal
250gr de açúcar em
2 colheres de sopa de sumo de laranja

Bata a manteiga até ficar leve e fofa e va acrescentando o açúcar aos poucos, batendo sempre. Junte o sumo batendo sempre. Leve ao frigorífico
 



Massa dos éclairs
Numa taça deite a farinha, acrescente uma pitada de sal.Derreta a manteiga sem mexer e leve lentamente a ferver, sempre sem mexer.Quando começar a ferver tire a caçarola do lume e adicione toda a farinha de uma só vez. Bata imediatamente a massa com uma colher de pau, continue a mexer até a massa se separar da caçarola e ficar macia e brilhante. Ponha a arrefecer. Entretanto bata ovos com um garfo e depois da massa ter arrefecido junte os ovos por fases e bata bem até ficarem incorporados. A mistura está pronta a moldar quando tiver uma consistência firme para manter a forma. Use um saco de pasteleiro para estender as tiras de éclairs sobre um tabuleiro levemente húmido. Leve ao forno a 200ºC até os eclaires ficarem dourados.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Tomates Recheados de Ameijoas e Camarão


Con esta receta participo en el Reto de Cocineros de Mundo en Google+ en el apartado de Salado

http://cocinerosdelmundodegoogle.blogspot.com.es 

Se quiserem votar nesta receita têm aqui o link:

https://plus.google.com/u/0/103014251102744907467/posts/c7qpNqKbdVN 


Estes tomates recheados, bem geladinhos são uma deliciosa entrada para estes dias de verão, quentes e dengosos.





Ingredientes:
4 tomates
300 g de ameijoas
150 g de camarões tamanho médio
1 1/2 colheres de sopa de maionese light
1 colher de sopa de pickles
1 colher de sobremesa de molho inglês
2 ovos
vinho branco
salsa
sal piripiri
alface






Ponha as ameijoas de molho em água fria, por cerca de 2 horas.
Coza os ovos em água a ferver, por 10 m.
Lave os tomates, enxugue-os e corte-lhes uma tampa. Retire-lhes o miolo, tempere com sal e ponha-os a escorrer. 
Aparte põem-se as ameijoas numa panela e leve-as ao lume com um pouco de vinho branco  até elas abrirem. Noutra panela coza num pouco de água os camarões com casca e deite piripiri,sal e vinho branco. 
Entretanto pique grosseiramente os ovos,junte a salsa picada,os pickles aos pedaços e o molho inglês e envolva. 
Tiram-se as ameijoas das cascas  e descascam-se os camarões.
Mistura-se a maionese com as ameijoas e os camarões , junta-se o picado e envolve-se.Recheiam-se os tomates com o preparado, colocam-se as tampas e vão ao frigorífico.

sábado, 6 de julho de 2013

Clafoutis À Limousin


O clafoutis mais famoso é o da província francesa de Limousin, onde é sempre feito com cerejas pretas.
A massa é entre o flan e o crepe.
Saiu uma receita familiar, que todos adoraram.





750 gr de cerejas pretas sem os pés e os caroços
60gr de manteiga ou margarina
4 ovos
2,5dl de leite
2dl de natas
100gr de farinha
75gr de açúcar (pus 150gr)
1 colher de sopa de rum (facultativo)
1 colh.de sopa de açúcar em pó




Lave as cerejas e retire-lhes os pés e os caroços. Bata a manteiga.
Deite a farinha para dentro de uma taça grande, faça uma cova no meio e deite nela três gemas e um ovo inteiro, a margarina batida e o açúcar. Mexa os ingredientes com uma batedeira até obter uma massa homogénea. Adicione o leite aos poucos mexendo entre cada adição. Finalmente junte as natas, também aos poucos e o rum.
Barre abundantemente um pirex e deite nele as cerejas. Cubra com a massa e leve a cozer em forno quente durante 30mn. Polvilhe com açúcar em pó e sirva morno ou frio.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Entrecosto na Panela


Este entrecosto era para ser grelhado, mas achei que desta maneira ia ficar melhor, o que aconteceu, pois o molho grosso e saboroso deu um toque muito bom á carne .





Usei:
1,5 kg de entrecosto partido
1 cebola 
3 alhos
3 tomates 
margarina  Vaqueiro liquida q.b
2 colh.sopa de polpa de tomate
sumo de uma laranja
1 cálice de rum
50g de açucar mascavado claro
4 colh. sopa de vinagre
1 colh. chá de cominhos
1 colh. de chá de paprika
sal e piripiri






Na panela de pressao deitei a margarina, a cebola picada, os alhos picados, os tomates cortados aos pedaços e deixei refogar um pouco.
Acrescentei o entrecosto e o resto dos ingredientes, deixando cozinhar por cerca de 30 minutos.
Servi com batatas fritas.